CeCi: Vou começar com uma pergunta um pouco boba. Vocês viram alguma noite estrelada recentemente?

MB: Eu vi! Vi o céu noturno da Nova Zelândia, onde nós filmamos nosso Music Video, e pude ver as estrelas muito bem. Aquela foi a primeira vez que vi as estrelas de tão perto desde que nasci. Eu fiquei emocionada, pensando “Eu posso ver as estrelas no céu assim”. Tipo, eu encontrei a razão para viver? As estrelas estavam espalhadas como um pó salpicado. Eu fico feliz só de me lembrar daquele momento.

CeCi: Vocês têm andado bem ocupadas. Como se sentem por estar fazendo comeback?

SL: É nosso primeiro comeback em 9 meses, desde “Yes I Am”. Nesse meio tempo, nós descansamos e preparamos nosso álbum. Esse álbum é nosso grande projeto do ano. Comecei com um o coração agitado e feliz, e estou passando todos os dias bem alegre porque várias pessoas estão gostando e se interessando.

HS: Sinceramente, as preparações para esse álbum foram as mais difíceis. A pressão aumenta conforme a gente promove, e eu sou obcecada com isso de querer mostrar uma aparência ainda melhor. Mas muitas pessoas têm gostado muito de nós, então fico feliz.

CeCi: Eu fiquei sabendo que várias integrantes participaram da produção do álbum.

SL: Nós mesmas fizemos a coreografia das músicas desde o nosso debut até agora. Antes, em várias ocasiões, ficamos travadas sem ter ideias. Mas, dessa vez, todas as integrantes pensaram juntas e criaram a coreografia em uma semana. Pensamos muito sobre a música em um curto período de tempo, e aumentamos nosso foco através de muitas conversas. Nós estamos orgulhosas por várias pessoas olharem nossa coreografia positivamente.

MB: Honestamente, essa não era a faixa principal. Não sei se foi por causa da pressão, mas foi muito difícil preparar o álbum com várias músicas diferentes. Na época, nós ficamos, tipo, “Vamos tentar uma música diferente também”, e essa música era “Starry Night”. Nós passamos por dificuldades, mas acho que ela mostrou boa química com o MAMAMOO.

CeCi: Alguma coisa em especial aconteceu enquanto vocês gravavam a faixa principal?

HS: O produtor e eu estávamos muito nervosos na parte inicial, quando ensaiamos. Mas aquela parte que cantei ficou muito boa. Ambos ficamos satisfeitos por eu ter terminado a parte do ensaio de uma vez só.

CeCi: Fiquei sabendo que aconteceu algo muito memorável na gravação do Music Video.

WH: Não sei se posso falar sobre isso, mas há uma cena muito legal no Music Video onde eu estou deitada no campo. Tem um segredo por trás daquela cena, na verdade. Era um campo, então havia vários rebanhos de gado. Graças a “aquelas coisas” (fezes) das vacas, que estavam espalhadas por todo lugar na grama, eu tive dificuldades para achar um lugar para deitar. (Ri)

CeCi: O que vocês fariam se tivessem um dia de folga no meio dessa atual agenda lotada?

MB: Eu quero dormir sem me preocupar com nada por um dia. Sem precisar de despertador.

HS: Eu quero dormir com meus pais, acordar, e comer tofu refogado e sundubu-jjigae que minha mãe faz para o café da manhã.

CeCi: Essa música alcançou o 1º lugar nos charts musicais. Nesse momento, “TruLiMaMoo” (“Trust and Listen to MAMAMOO” em inglês. Em português: “Confie e escute MAMAMOO”) é real, certo?

– Nosso trabalho é conquistar os ouvidos das pessoas. Eles nos chamam assim (TruLiMaMoo) porque querem dizer que é bom nos ouvir incondicionalmente, sem pensar em nada, então é muito legal. Há elogio melhor que esse para um cantor? Dos adjetivos que ouvimos até agora, esse é o que mais gostamos. Seguindo o TruLiMaMoo, queremos que se refiram a nós com um “Como esperado do MAMAMOO”.

CeCi: Vocês sabiam que os cantores mais jovens escolhem com frequência o MAMAMOO como o tipo de idol que eles querem ser?

WH: Ser reconhecido pelo grande público em si é uma grande honra. Mas, indo um pouco adiante, ser reconhecida por outros que compartilham da mesma ocupação que nós, é ainda melhor.

CeCi: Qual foi momento mais brilhante da vida de vocês?

MB: Minha apresentação no palco. Eu era muito tímida. Eu tremia a ponto de não conseguir fazer uma apresentação quando meus pais vinham assistir as aulas. Então, acho que brilho mais quando estou no palco.

HS: Quando fizemos nosso primeiro show “MOOSICAL”. Eu fiz uma apresentação solo, foi minha primeira vez subindo ao palco sozinha, então fiquei bem preocupada. Mas sinto que preenchi bem o palco sozinha, sem dançarinos, cantando rock.

SL: Quando o MAMAMOO ficou em 1º lugar pela primeira vez. Assim que debutamos, eu pensei que realizaria todos os meus sonhos, mas, na verdade, havia muitas montanhas a serem escaladas. Depois de debutar, percebi que as coisas eram um pouco difíceis, mas quando vencemos, senti que tinha alcançado meu sonho.

WH: Acho que brilho mais quando estou com o MAMAMOO. Não vivi tanto tempo assim, mas o maior sonho que realizei é o MAMAMOO. E muitas pessoas me conheceram e vieram a gostar de mim porque estou no MAMAMOO.

CeCi: Estou curioso sobre qual é o objetivo de vocês durante essas promoções.

SL: Esse é o primeiro álbum do nosso projeto “4 Estações”. Sinto que o começo foi bom, então um objetivo é terminar bem também. É um objetivo do MAMAMOO e meu pessoalmente. É estabelecer nossa posição para o grande público. Pessoalmente, eu quero mostrar uma boa apresentação no concerto solo que acontecerá em abril.

MB: Nós estamos ocupadas, e quero ficar mais ocupada ainda, mas sem ficar doente. Porque, para ser o MAMAMOO, nós quatro precisamos estar juntas. Quero terminar bem esse ano, sem que nenhuma integrante fique doente ou se machuque.

HS: Para mim é saúde também, sem dúvida. Entre as integrantes, eu sou a mais saudável agora. Fico inquieta quando as outras integrantes começam a se machucar aqui e ali, por causa dos compromissos. É nosso trabalho, então há coisas que precisamos fazer, mas meu primeiro e segundo objetivo é ficar saudável.

WH: Eu tive pressões estranhas em mim nesse álbum. Nós debutamos há 5 anos, uma parte do MAMAMOO que os fãs mais gostam é a “beagleness”, mas tenho um grande desejo de apresentar como uma “artista” que faz música. Muitas pessoas tiveram essa impressão com essa música, então acho que alcancei 10% do meu objetivo.

CeCi: Por fim, como estará o MAMAMOO em 10 anos?

MB: Acho que estarei, tipo, “Nós já temos 37 anos?”. Quando debutamos, eu tinha 21 anos, então me perguntavam muito sobre um futuro daqui 5, 10 anos. Vendo que já se passaram 5 anos, eu percebo que tempo passa muito mais rápido do que eu pensava. 10 anos depois também vai parecer rápido demais. Acho que permaneceremos juntas nesse tempo. Com uma aparência digna, acho que estaremos valorizando nossas aparências atuais também. O tempo passa rápido.

HS: 34. Não posso adivinhar como estarei com o trabalho. Eu não apreciei a vida escolar por muito tempo, então não fiz muitos amigos, mas os amigos que ganhei enquanto estive ativa é o MAMAMOO. Quero manter essa amizade, e ser capaz de me encontrar com elas daqui 10 anos, comer juntas e aproveitar a felicidade.

WH: Sinceramente, não consigo mesmo imaginar como serei como cantora. É difícil viver livremente quando se tem uma profissão como a nossa, mas quero ser livre por essa época. Eu gostaria de viver feliz fazendo o que quero. Se for para falar de sonho, eu gosto de cachorros e gatos, então quero viver junto com eles.

SL: Eu quero estudar. Tenho o desejo de aprender um idioma estrangeiro, mas preciso me focar no MAMAMOO agora. Então, quando eu ficar mais velha, acho que ficarem em paz enquanto relaxo e estudo o que quero.

• ch0sshi
• eng-ptbr: Raih | MAMAMOO Brasil